F(o)énix

Os ciclos de morte e renascimento são parte da vida. O escorpião é um dos símbolos deste eterno retorno. Para os dogons, “o escorpião representa a segunda alma (alma masculina) da mulher”1. O escorpião é um símbolo-signo associado “(…) à altura de todos os santos, da queda das folhas, do regresso ao caos da matéria bruta, à espera que o húmus prepare o renascimento da vida.” 2

“(Scorpion) it’s a sign your soul is ready to tango!”3

O Oroboros será outro símbolo que remete para o renascimento, sob a forma de uma serpente ou de um dragão que “devora” a sua própria cauda unindo o fim ao princípio, representando a eternidade. O Oroboros está associado à alquimia e por vezes aparece duplicado com dois animais míticos a “devorarem” a cauda um do outro. Este conceito representa também a possibilidade infinita de auto-renovação.

“A serpente, enrolada em um ovo, era um símbolo comum para os egípcios, os druidas e os indianos. É uma referência à criação do universo”4 Albert Pike

Estamos em tempos de “destruição”, de “queda”, de “morte” (real ou simbólica) mas deveremos relembrar que cada ciclo de destruição está conectado inevitavelmente a um ciclo de criação ou não fosse o ano de 2017 um ano universal 1(0) de inícios, de força, de energia criadora, de empreendedorismo (numerologia).  A “morte” traz sempre consigo o (re)nascimento e por isso, a mudança que tanto nos custa (apego) traz sempre consigo a esperança de um novo ciclo mais bonito e mais consciente.

Neste contexto, anunciamos que o Sant’yoga está em fase de “mudança”, deixando ir o que não nos serve, mantendo o que tem servido e criando o novo que faz falta para elevar a vibração e a força do projeto. Temos um site novo a ser criado, temos terapeutas e coaches prontos a “servir” e a “ajudar” quem necessita de cuidados, motivação e/ou orientação e temos vídeos a sair de algo surpreendente e ainda secreto.

É necessário preparar uma nova era, acolher os que estão em fase de transição, cuidar dos que estão cansados de “dar” e de “ser” para que possam “ser” ainda melhores mas com uma faísca de amor e de auto-compaixão inabalável bem no centro do peito.

O pouco que podemos fazer pode ajudar a elevar a vibração dos que nos rodeiam.

Vamos fazer MAIS E MELHOR. Contamos com o vosso apoio e o vosso amor neste processo de evolução.

Enquanto isso, temos o curso “ativação do poder interior” a decorrer sob orientação das facilitadoras Liliana Santos e Rute Violante e estamos a preparar o nosso já famoso e carismático retiro de passagem de ano, este ano dedicado à eco-abundância.

Em 2018 se não tivermos impedimentos voltaremos a Santiago de Compostela, numa viagem que nos relembra (no corpo e no espírito) como este projeto se iniciou e com que missão.

O que temos feito não chega. Estamos perante uma era de emergência na qual a energia deve ser colocada no BEM e no PRODUTIVO, na elevação energética, na consciência, na proteção do planeta, na nutrição equilibrada, no pensamento positivo, na entre-ajuda, nas palavras certas, na inspiração e claro, NO AMOR.

Links consultados:

1. Chevalier, Jean; Gheerbrandt, Alain; “Dicionário de símbolos”, Teorema

2. Idem

3. https://whatismyspiritanimal.com/spirit-totem-power-animal-meanings/insects/scorpion-symbolism-meaning

4. Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *