Realizar sonhos…

Quantos sonhos já realizaste? Ou melhor, quantos sonhos já te atreveste a imaginar/desejar? e quantos desses foram levados a bom porto?
Ter sonhos e realizar sonhos é uma arte!
Exige ambição, criatividade, perseverança, auto-confiança, resiliência, força, coragem e flexibilidade, entre muitas outras coisas.

Realizar sonhos exige que acreditemos neles mesmo quando os factos ou as evidências nos levam a acreditar que estes não se vão cumprir.
Muitas vezes, tentar realizar sonhos já marca pontos, no sentido em que “tentar e falhar” é melhor do que “não tentar para não falhar”.

Nunca nos devemos recriminar por “tentar” alcançar algo que desejamos com a capacidade e o conhecimento de que dispomos nessa altura da nossa vida.

Por vezes (e agora é que trocamos as voltas ao cérebro) há sonhos que não realizamos por excesso de habilitações, capacidades, desenvolvimento pessoal e/ou espiritual, carácter, integridade, honestidade, inocência… etc… Ui… esta doeu!

Então, que fazemos? Fingimos ser «menos»? Ocultamos habilitações? Fazemos de conta que somos mais tontos(as), mais dependentes e/ou com um nível de consciência mais baixo?… Não!!!

Procuramos a “agulha no palheiro”… procuramos o contexto ou as pessoas que nos aceitam e valorizam, o emprego onde encaixamos que nem uma peça num puzzle, criamos o nosso próprio negócio para fazermos o que amamos ou inventamos a profissão que nos assenta que nem uma luva. Brilhamos!

Esperamos por pessoas com nível de consciência semelhante… vibramos de acordo com a nossa essência. Procuramos a nossa “tribo”. Aproximamo-nos mais ainda da verdade que somos. Evoluímos a nível pessoal e espiritual e “preparamo-nos para o pior”. E o que é o pior? O pior é não conseguirmos o que queríamos inicialmente. E o melhor?
O melhor é percebermos que isso é a melhor coisa que nos aconteceu!

Ainda assim, é continuar a lutar pelos sonhos… de vez em quando há desvios agradavelmente fornecidos pela “Providência”… Confiar, sempre!

Keep calm and dream…

Fotografia e texto: Rute Violante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *